article inline adarticle inline ad

A BEAT de Ouro 2019 está a mil, mas precisamos esclarecer algumas coisas quanto à votação – que se encerra neste sexta-feira, 19 de dezembro, às 12h.

Punições

Desde a segunda-feira, 16 de dezembro, recebemos algumas mensagens sobre possíveis “bots” ou erros no sistema de votação.

Tendo em vista isso, iniciamos um monitoramento dos votos e, caso seja identificado algum “bot” ou qualquer outro tipo de alteração no sistema, o atleta concorrente será automaticamente desclassificado.

Esclarecimentos sobre as indicações

É a terceira edição que realizamos do BEAT de Ouro e, de 2017 para cá, evoluímos muito com os feedbacks e novas ideias que surgiram. Por exemplo, crescemos de oito para 12 modalidades (e a ideia é aumentar e contemplar cada vez mais).

Atualmente, as indicações são feitas por diferentes treinadores (cerca de 8 por modalidade e tentamos ao máximo diversificar): cada um nomeia três a cinco atletas que se destacaram na temporada. Os quatro nomes que mais se repetiram por esporte modalidade são os que concorrem ao prêmio final.

Sabemos que, ainda assim, muitos destaques ficam de fora. Entretanto, infelizmente, não conseguimos ainda encontrar forma mais justa de definir os indicados, uma vez que nossa equipe não é formada por especialistas da cada esporte.

Caso você tenha novas ideias e queira ajudar a gente, estamos super abertos 😉 Pode chamar tanto no direct, quanto no [email protected]

O Prêmio

Lembramos que a BEAT de Ouro é uma forma de dar um pouco de reconhecimento e visibilidade a todxs que batalham no esporte universitário, indicados ou não.

Ficamos muito satisfeitos em ver a dimensão que o prêmio alcança a cada ano – o que prova a importância do esporte universitário no dia a dia das pessoas. Porém, gostaríamos de lembrar que a BEAT de Ouro tem um caráter de entretenimento e ações que tentam burlar a votação enfraquecem o prêmio em si.

Aos vencedores, quando definidos, entraremos em contato no pessoal com cada um para combinar as entregas do prêmio, que ocorrerão em janeiro de 2020.