article inline adarticle inline ad

Após dois anos sem acontecer, tradiconal competição Pauli-Poli ocorrerá neste final de semana na atlética da Medicina Paulista.

Nos dias 17 e 18 de agosto as quadras da Medicina Paulista abrigarão uma tradicional competição: a Pauli-Poli. O evento reúne a Escola Paulista de Medicina e Poli USP e tem 65 anos de história!

Como a competição ficou dois anos sem ser realizada, a animação das equipes para esta edição é inegável. Será a primeira vez muito universitários disputarão, de fato, a Pauli-Poli.

“Temos uma geração de atletas que nunca participou dessa competição. Eles estão empolgados e prontos para dar tudo de si dentro e fora das quadras e fazer bonito! Estamos honrados com a oportunidade de retomar este evento”, conta Bruno Barral, da atlética da Poli USP.

Pauli-Poli: esporte e tradição

Amanda Sato, da atlética da Medicina Paulista, remonta as origens: “nossa relação começa, na verdade, pela união contra um inimigo comum: a Porcada (Medicina Pinheiros). A partir disso, criamos o Pauli-Poli”.

Desta união, o evento surgiu há mais de seis décadas e, por muitos anos, foi uma das competições universitárias mais reconhecidas de São Paulo. Além de reunir duas tradicionais atléticas do estado, o nível esportivo costuma ser notável.

Ambas as faculdades já contaram com atletas marcantes durante as edições passadas, que obtiveram resultados acima do esperado no nível universitário.

Por exemplo, a Medicina Paulista já contou com um atleta olímpico representando suas cores em Pauli-Poli. Gerson Andrade de Souza, formado e especializado em ortopedia pela faculdade, se destacava tanto no atletismo que disputou dois Jogos Olímpicos representando o Brasil – Los Angeles 1984 e Seul 1988.

Memórias do esporte universitário

Nestas décadas de histórias e tradições, além dos resultados e destaques esportivos, ficam uma gama de histórias bacanas – que mostram a importância de eventos como o Pauli-Poli no ambiente universitário.

Rafael “Mulata” Meier, ingressante da Poli USP em 2010, relembra uma dessas histórias:

“Em 2011 ou 2012, não me lembro bem, a competição estava muito acirrada. Eram 21 modalidades e todas foram competidas em um único final de semana, porém, o futebol de campo masculino teve que ser marcado para uma data posterior.

Daí, precisávamos da vitória no vôlei feminino, penúltima modalidade a ser disputada, para nos consagrarmos campeões da competição (o placar geral estava, até então, 10×09 para a Poli).

Nossa faculdade estava dominando o jogo, mas, após um surto de raiva do treinador da Paulista (que até arremessou a própria prancheta para longe), o time da Medicina virou o jogo. Ou seja, vitória da Pauli no vôlei e placar geral do campeonato empatado em 10×10.

Dias depois, finalmente tivemos o futebol de campo masculino e a decisão do campeonato. As duas faculdades jogaram com garra e, após um longo jogo emocionante, a Poli conseguiu levar o título geral!”

Saiba mais do Pauli-Poli 2019

Neste ano, será a 66a edição e ocorre nos dias 17 e 18 de agosto no clube da Atlética da Medicina Paulista (Rua Pedro de Toledo, 844). Os jogos rolam a partir das 8h da manhã e reunem as seguintes modalidades:

⚾ Beisebol
🏀 Basquete feminino e masculino
🏟 Futebol de Campo
🥅Futsal feminino e masculino
🤾Handebol feminino e masculino
🎾Tênis de campo feminino e masculino
🏓Tênis de mesa feminino e masculino
🏐Vôlei feminino e masculino