article inline adarticle inline ad

Novas modalidades, estratégia para atrair atletas e mais: conheça os principais projetos das Atléticas de São Paulo 2019

Agora que os bixos ingressaram e as aulas começaram para valer, o ano de 2019 também é oficial para as atléticas. E elas já estão colocando em prática seu planejamento para o período.

Por isso, a Revista BEAT ouviu seis atléticas de São Paulo para conhecer quais são as principais expectativas para este ano. Confere aí!

Atléticas de São Paulo 2019: o que esperar

Pedagogia

BIFE

Integrante oficial do BIFE, a atlética da pedagogia tem o incentivo de desenvolver ainda mais o esportivo. E isso, sem deixar de lado as questões sociais e políticas.

Por isso, eles querem levar 19 modalidades nos naipes feminino e masculino para o inter.

Além disso, tornar o e-sports parte do inter é outro objetivo, assim como aconteceu no BIFE 2018.

“Neste ano, de imediato, estamos investindo nas modalidades de lutas e futebol de campo masculino. Mas sempre esperando que xs calourxs entrem para fortalecer outras modalidades como rugby e basquete feminino, entre outras”, explicam os presidentes da Atlética XV de Outubro, Letícia Ananias e Adriano Silva.

Dinheiro

Ainda que a conjuntura política e a dificuldade em realizar eventos esteja presente, a Pedagogia manterá os forrós mensais para promover arrecadação e integração em 2019.

Cásper Líbero

Créditos: Alfa Flash | Blacktag

Passando pela Avenida Paulista, na Cásper Líbero a empolgação para 2019 é grande. De acordo com Eduarda Bachelli Rocha, Diretora de Comunicação da Associação Atlética Acadêmica Jesse Owens, o esporte é prioridade.

Novidades

“Em menos de dois meses, conseguimos dobrar o público nos nossos treinões e realizar uma premiação para os atletas pela primeira vez. Assim, tudo indica que 2019 será um ano de realização de grandes projetos.”

Jogos Universitários

Enquanto isso, para o JUCA, a Cásper mantém as expectativas de levar a maior delegação de atletas com mais de 300 alunos. Além de também aumentar o número de torcedores.

A faculdade tem times masculinos e femininos em todas as modalidades. Dessa forma, pretendem investir em todos eles com a mesma prioridade.

Dinheiro

Com condições financeiras estáveis e com número recorde de participantes das festas e eventos de 2019, as expectativas para o setor também são altas.

Além disso, a Atlética da Cásper segue com projetos sociais e estão à procura de uma ONG para manter uma ajuda periódica ao longo de 2019.

Poli USP

Créditos: Arquivo Pessoal

InterUSP

No primeiro semestre de 2019, a Escola Politécnica da USP tem um foco: o Interusp. O inter ocorre sempre no feriado de Corpus Christi, mas não aconteceu ano passado por causa da greve dos caminhoneiros.

Por isso, neste ano, calourxs e veteranxs estão ansiosos para o tradicional torneio e a Poli promete bater recorde de público.

Novidades

Ainda no esportivo, os politécnicos seguem desenvolvendo novas modalidades, como a calistenia e no naipe feminino.

“Outro foco é a criação da equipe de futebol de campo feminino, modalidade que está crescendo dentro da USP e ganhará força esse ano”, comenta Matheus Mesquita da Silva Pinto, estudante de Engenharia de Produção e Diretor Geral Administrativo da Associação Atlética Acadêmica Politécnica (AAAP).

Dinheiro

Nas finanças, esse ano a Poli tem o objetivo de lançar um plano de sócio-torcedor para os estudantes. O projeto foi apelidado de AAAPaixonados e tem o objetivo de aumentar a arrecadação da entidade.

ESPM

Créditos: Arquivo Pessoal

Economíadas

Empolgada com o tricampeonato do Economíadas 2018, a ESPM já sonha com um tetracampeonato histórico.

Para Ana Carolina Lopes, da equipe de Relações Públicas da Associação Atlética Acadêmica ESPM, a presença dos torcedores será fundamental para manter o espírito esportivo de competição nos atletas.

“Não temos nenhuma dúvida que o investimento da nossa organizada, a Torcida Força, em torcedores e amantes do sentimento azul e branco pela faculdade será gigantesco em 2019”, esclarece.

Além disso, também há o projeto é manter os times masculino e feminino em todas as modalidades. Mesmo que as demandas variem.

Dinheiro

Patrocínios, muito trabalho interno e realização de projetos devem ser os principais meios de arrecadação financeira da Atlética ESPM. Sem contar o retorno dos times.

Campeonatos 2019


Copa dos Campeões 2019 | Rugby Feminino e Futebol Masculino
BICHUSP 2019 | Individuais e Softball