A ESPM leva o título geral do Economíadas 2018 e garante seu bicampeonato em um dos principais jogos universitários de São Paulo.

O Economíadas é um dos inters mais relevantes do estado: não apenas suas festas chamam atenção, mas também o tamanho das torcidas (ai, os sinalizadores) e o alto nível esportivo tornam a disputa pela taça bastante acirrada.

Nesta edição, o caneco ficou com o Jacarito ESPM. Pela segunda vez, a faculdade conquistou o título geral do Econo (2015 e agora) – apesar da polêmica em torno do título de 2016, que é oficialmente da Economia Mackenzie.

Entrevistamos José Ferreira, Vice Presidente da Atlética ESPM, para saber um pouco mais sobre a preparação dos atletas para este Economíadas, a emoção do título e muito mais. Confira!

ESPM campeã geral do Economíadas 2018

Momento da invasão da quadra. Créditos: Bruno Lima

Revista BEAT: Como foi a preparação esportiva da ESPM neste ano? Houve algo de diferente?

José Ferreira: A ESPM está em uma fase ótima de desempenho esportivo e, para esse ano, buscamos apenas manter o nível esportivo. Seja por meio de uma boa relação com atletas e técnicos. Seja também por sempre tentarmos comparecer nos jogos e campeonatos de todas modalidades, para demonstrar que a Atlética sempre está presente em todos os momentos do time.

Sobre se houve algo de diferente, creio que o vídeo motivacional que passamos para todos os atletas na semana do Economíadas apenas foi o gás final. O vídeo deu um impulso para que pudéssemos ir para Bauru e sermos campeões. Ele demonstrou realmente o que é ser ESPM e qual é o sentimento de ser ESPM.

RB: Além disso, houve algo novo pensando em torcida e participação dos alunos como um todo para este Economíadas?

José: Hoje temos a melhor torcida do Economíadas, sempre inovando com novos gritos, bandeirões e, exclusivamente em 2018, com um mosaico nos dizeres “ESPM”. Ter a Força ESPM ao nosso lado é um prazer indiscutível e mostramos mais uma vez que fomos pintar de azul o interior com muita fumaça e sinalizador!

Os alunos realmente aproveitaram esses jogos, realmente mostramos o lugar que a ESPM merece hoje e ter a arquibancada inteira gritando, independentemente se o aluno era de outra entidade ou não, que o JACA JÁ É TRI foi uma sensação inexplicável.

RB: Houve alguma surpresa neste Economíadas?

José: Na minha opinião, as maiores surpresas e os maiores momentos de raça e superação neste Economíadas, foram o primeiro jogo de Handebol Masculino contra a FEA-USP – quando ganhamos após diversas derrotas em edições anteriores – e a dupla campeã do Tênis de Campo Feminino. Nossa dupla de bixetes que levou o ouro para ESPM, sendo que não tínhamos equipe até 3 meses antes dos jogos.

RB: O que esse título representa pra vocês?

José: Ser ESPM é ter um sentimento em você que nunca vai mudar. Ter esse título é apenas a consequência do amor e brilho nos olhos de um bando de loucos que briga, chora, se alegra e se emociona por um objetivo maior.

Metade das pessoas não faz ideia do tamanho que é fazer parte disso, nem eu mesmo… Talvez eu saiba realmente responder o que isso representa para nós quando eu já estiver formado e com os meus filhos, porque será nesse momento que eu vou lembrar o quão bom foi fazer parte disso.

RB: Querem deixar algum recado para os atletas da ESPM?

José: Vocês são foda! De longe, conseguia ver no olho de cada um a vontade de querer dar o sangue e suor em quadra para que no domingo, dia 18/11/2018, pudéssemos todos juntos comemorar muito a consequência de muitas brigas, noites mal dormidas e sacrifícios! E, mais um coisa… ESPM É GIGANTE!

Economíadas 2018

12 momentos que só quem foi no Economíadas 2018 viveu
Cobertura fotográfica completa do Economíadas 2018