article inline adarticle inline ad

Descubra o que é o treino HIIT, quais os benefícios para o corpo, e por que é ideal para quem está na universidade

Vocês já devem ter escutado sobre o HIIT, certo? O High-intensity interval training (treino intervalado de alta intensidade) tem ganhado muita fama nos últimos anos.

Esse tipo de treino é composto por períodos curtos de estimulo aeróbico (de 1 a 3 minutos de duração).

Porém, todos são de alta intensidade (acima de 90% do máximo) e são intercalados por períodos curtos de recuperação (que pode ser feito de forma ativa ou passiva). Durando em média de 15 a 20 minutos.

Vantagens do HIIT

Apesar desse tipo de treino está sendo estudado a pouco tempo, os pesquisadores da aérea de educação física já conseguiram definir alguns benefícios. E a grande vantagem vem mesmo do tempo reduzido do treino.  

Mesmo se tratando de um treino curto, ele é efetivo em:

  • melhorar a composição corporal;
  • diminuir a gordura subcutânea;
  • diminuir a gordura abdominal/visceral;
  • reduzir o risco para doenças cardiometabólicas (como a diabetes, hipertensão…);
  • Além da corrida, o HIIT pode ser utilizado no transporte/ elíptico, natação, bike por exemplo.

Por se tratar de um treino mais curto pode ser mais motivante para algumas pessoas, ou se encaixar melhor na rotina corrida da universidade.  

Treino HIIT para quem?

É preciso tomar alguns cuidados antes de começar a treinar o HIIT. Principalmente nos atentar se o nosso corpo está preparado para aguentar esse tipo de treino.

É importante pensar no corpo como um todo, nos sistemas cardiopulmonar e musculoesquelético.

Porque é um erro muito comum negligenciarmos um dos sistemas e isso pode resultar malefícios para o nosso corpo. Como por exemplo uma lesão. Mas como fazer isso?

Cuidados com o HIIT

Para quem é sedentário e vai começar a correr, o ideal é começar com treinos mais leves e ir evoluindo aos poucos para moderado.

Então os treinos HIITs ficariam de fora no inicio do treinamento. Isso porque é essencial dar tempo para as articulações e músculos se adaptarem ao novo estimulo de treino.   

Outro cuidado é respeitar um dos princípios do treinamento: elevar a carga do treino de maneira progressiva

Para que o treino seja efetivo precisa ter controle da intensidade durante o esforço. E assim, garantir que o estimulo seja de fato de alto intensidade.

E quem treina em grupo, esse controle da carga de treino tem que ser de forma individual. Esse é outro princípio do treinamento: individualidade biológica.

Cada um tem que respeitar o seu nível de condicionamento, histórico de lesão, periodização de treinamento, limitações.

 

 

Renata Medeiros

Coach de corrida/Personal Trainer

Formada em Educação Física e pós-graduada em treinamento de força: da saúde ao alto rendimento, ambos pela USP. Professora de corrida, personal trainer, fundadora e professora da GAIA Assessoria Esportiva.

 

Curiosidades sobre exercícios físicos

6 mitos e verdades sobre os exercícios físicos
Repetições na musculação faz MUITA diferença; entenda