CAASO no TUSCA 2018: a USP São Carlos vem se preparando intensamente para o campeonato e fala um pouco sobre as expectativas da Atlética.
Andre Roskamp, presidente da atlética do CAASO, contou um pouco para a Revista BEAT sobre as expectativas para esta edição da TUSCA. Confira a entrevista.
Revista BEAT: Como está a busca e preparação para a conquista do título neste ano?
André Roskamp: Os treinos cada vez mais intensos e os atletas tem se preparado tanto tatica quanto fisicamente. Além disso, o incentivo aos atletas tem sido feito tanto marcando amistosos quanto participando de torneios regionais.
Créditos: Acervo CAASO
RB: Sobre a entrada da Poli USP no campeonato, vocês acreditam que pode deixar a disputa ainda mais acirrada?
André: Com certeza sim. O TUSCA é o campeonato universitário com maior nível esportivo e, hoje, conta com mais de 30 modalidades. Buscamos sempre fomentar o esporte brasileiro e inseri-lo na realidade estudantil.
RB: O que vocês mais gostam da TUSCA? Por que você acredita que o campeonato movimenta tanta gente?
André: De longe, a melhor parte do TUSCA é o amor que cada atleta demonstra vestindo a camiseta da sua faculdade. Ver o quanto o trabalho e treino diário refletem nos resultados e a felicidade deles em carregar o título pelo qual lutamos o ano todo.
RB: Um recado para os alunos e atletas, qual vocês dariam?
André: Continuem dando valor ao esporte e todas as oportunidades que surgem. Treinando, cada dia mais, com mais amor e raça pela camisa amarela.
article inline adarticle inline ad
Crédito Foto de Capa: Divulgação TUSCA

Revista BEAT na TUSCA 2018

CAASO x Federal, 38 anos de rivalidade na TUSCA
LEU na TUSCA 2018: expectativas da Engenharia Unicamp