A correria da vida às vezes deixa a gente sem tempo para treinar; veja dicas da treinadora Renata Medeiros para conseguir arrumar um espacinho na agenda

Para começar a correr não precisa necessariamente ter um dia da semana ou um horário definido. Também não precisa ser aquele treino de 1h, porque 15 minutos já ajudam.

Tem gente que consegue ser regrado e ter um horário reservado para o treino de corrida. Mas também é possível colocar a corrida na sua rotina de uma forma diferente.

Além disso, que não tenha aquele tom de rotina monótona, em que você corre sempre no mesmo horário e no mesmo lugar. Veja como:

Em que horas correr?

Correr na hora do almoço

Podemos usar de pequenos intervalos que temos na nossa rotina para treinar. Não precisa ser um treino longo.

Assim, você pode usar de 15 a 30 minutos do seu dia para se dedicar à corrida. “Mas treino muito curto não adianta”, alguns pensam.

Mas aproveite para fazer um treino intervalado, com estímulos mais curtos, porém intensos. Como por exemplo: 10 tiros de 1 minuto com intensidade forte, seguido de 1 minuto mais fraco.

Tenho certeza que você vai conseguir suar bastante e não vai achar que foi um treino leve só por conta do tempo curto.

Onde tomar banho? 

Se você não tiver onde tomar banho antes de voltar as aulas ou ir para o estágio, leve na mochila lencinhos umedecidos, uma toalha e tome um banho de gato mesmo.

Nada que uma troca de roupa e um bom desodorante não ajude. É só questão de hábito. E para os cabelos tem a opção de shampoo a seco ou o bom e velho talco para dar aquela tapiada na cabeleira.

Para quem não sabe como usar o talco, segue o passo a passo:

Coloque um pouco do talco na raiz; com as pontas do dedo massageie o coro cabeludo para o talco espalhar e poder absorver a oleosidade.

Depois é só escovar bem o cabelo, dessa forma você vai puxando o talco para todo o comprimento e vai tirando o branco.  

Correr no dia do rodizio

No dia do rodizio do seu carro que tal aproveitar e colocar a corrida na sua rotina? Se você é daqueles que chega mais cedo na faculdade para fugir do rodízio, pode aproveitar esse tempinho para correr.

Além disso, pode procurar uma praça, ou ruas mais tranquilas perto da faculdade. Se não conhecer muito bem o bairro, dê uma olhada no google maps para tentar encontrar alguma praça próxima. Porque, às vezes não temos ideia do que tem ao nosso redor.

Praças e avenidas para correr

USP

Para quem estuda na cidade universitária da USP, tem muitas opções. Além do bom e velho CEPEUSP, ainda tem o Parque Esporte para Todos, também conhecido como ‘’Bosque da Física’’. É um espaço bem arborizado e ótimo para fugir do sol, além disso dá para explorar todas as ruas do campos, fazendo cada vez um caminho diferente.

 Mackenzie/FAAP

Para os mackenzitas e estudantes da FAAP, tem a opção do Parque Buenos Aires. O único problema que ele fecha cedo, às 19h. Nesse caso, a opção é correr na calçada do lado de fora do parque.

 PUC

Perto da PUC, tem o Parque da Água Branca e a Avenida Sumaré. Porém, é uma avenida um pouco barulhenta.

 Cásper 

Para os casperianos, tem a própria Av. Paulista e o Parque Trianon (que fecha as 18hs). Além disso, ainda há a Praça Alexandre de Gusmão (entre a alameda Jau e a Santos).

Correr no final de semana

Quando chega o final de semana a última coisa que você quer fazer é acordar cedo para treinar, certo?

Mas quem disse que para treinar de final de semana precisa ser cedo? É verdade que maioria dos corredores que treinam de sábado madrugam nos parques e na USP.

Mas isso não precisa ser regra para todos. Você pode acordar na hora que quiser e ir correr tranquilo. E caso for correr na USP, quanto mais tarde você for mais vazia e tranquila estará.

 

 

Renata Medeiros

Coach de corrida/Personal Trainer

Formada em Educação Física e pós-graduada em treinamento de força: da saúde ao alto rendimento, ambos pela USP. Professora de corrida, personal trainer, fundadora e professora da GAIA Assessoria Esportiva.

Para começar a correr

Tênis de corrida não precisa ser caro
A corrida pode ajudar no seu desempenho acadêmico