A sexóloga Livia Leite explica por que praticar atividade física ajuda a melhorar o desempenho sexual e dá dicas de 5 exercícios

Quem nunca teve o pensamento durante o sexo: “queria ser mais flexível” ou então, “queria conseguir ficar nessa posição por mais tempo”?

Isso é possível com a prática de atividade física. Porque ela ajuda a aumentar a capacidade respiratória, a flexibilidade, o equilíbrio e a resistência muscular – características que fazem toda a diferença.

Além disso, também ajuda a liberar endorfinas, substâncias que dão mais disposição para fazer sexo.

E você nem precisa virar um expert em poledance (a não ser que queira). Porque existem outros exercícios físicos que são capazes de melhorar o desempenho sexual. Confira a seguir 5 tipos de atividades físicas que ajudam no sexo:

Como melhorar o desempenho sexual

Exercícios aeróbicos

A caminhada, a corrida, o ciclismo, dentre outros, aumentam a capacidade respiratória e, por isso, te dá fôlego para relações sexuais mais longas.

Yoga e pilates

Ambos ajudam a fortalecer diversas regiões do corpo e assim, a também manter o equilíbrio.

Alongamento

O exercício ajuda a liberar a musculação das pernas e da virilha. Dessa forma, ajudam a dar “aquela travada” em posições mais ousadas.

Musculação

Fortalece todos os músculos do corpo e auxilia a permanência em várias posições, com mais facilidade e sem dores.

Aulas de dança

Ajudam a destravar o quadril. “Umas reboladas” promovem movimentos mais fluidos e gostosos na hora da transa. Homens, isso serve para vocês também!

 

Lívia Leite

Biomédica/Terapeuta sexual

Lívia Leite é biomédica, sexóloga e terapeuta sexual. Sempre trata assuntos relacionados à sexualidade com naturalidade, espontaneidade e responsabilidade. Ajudar pessoas a viverem felizes com sua sexualidade, mais do que um trabalho, é sua missão de vida.

 

Sexo no esporte

Pompoar é preciso: pompoarismo é atividade física
Sexo pós treino: faz alguma diferença?