Acha que correr é muito chato e não vê motivos para começar? A gente te dá 6 razões para mudar de ideia

Por Renata Medeiros e Guilherme Souza
Você é daqueles que não consegue entender por que as pessoas correm como forma de esporte? Ou já tentou e ainda não conseguiu ser convencido? Então talvez esse texto tenha caído nas mãos certas.
E para quem já é adepto do mundo da corrida, vale relembrar por que correr faz bem ao corpo, à mente e pode ser muito mais do que uma simples atividade física. Confira a seguir por que começar (ou continuar) a correr:

Motivos para começar a correr

1. Prepara para os outros esportes

A corrida é um ótimo meio de condicionamento físico e por isso pode ajudar na sua performance em outros esportes, principalmente os esportes coletivos.

Correr pode te dar aquela ajudinha nos lances que você precisa atravessar a quadra correndo para salvar o time, por exemplo.

E tudo isso sem achar que vai cuspir o pulmão no final da partida, porque vai ter mais folego e resistência.

Então, vale à pena sim colocar a corrida na sua rotina de treino como complemento aos treinos específicos.  

2. Poder de liberdade

Quem corre, tem uma sensação de liberdade que não se tem facilmente. Correr deixa as pessoas mais livres, porque se pode ir para todos os lugares e em qualquer direção.

Conforme você vai praticando a corrida, seu condicionamento vai melhorando e você vai conseguindo ampliar as possibilidades de chegar nos lugares correndo. E o melhor de tudo é que isso acontece sem depender de nada nem ninguém.

Pense na possibilidade de viajar para um lugar com montanhas e conseguir explorar a região (sendo correndo ou caminhando), por exemplo.

Poder ver a vista do alto, conhecer lugares que só a pé pode chegar. Ou então poder conhecer grandes centros urbanos correndo e parando nos pontos turísticos.

Explorar a cidade correndo te dá liberdade e maior chance de conhecer novas pessoas, lugares e novas culturas.

E isso também vale para onde você vive. Correndo você consegue se aproximar mais da sua cidade e conhecer lugares que antes passavam despercebidos, mas que correndo começam a ter outros significados.

Assim, comece escolhendo algum bairro que você goste ou que chame a sua atenção. Você pode combinar com alguns amigos e explorar aquela região correndo.

3. É um esporte independente 

Diferente dos esportes coletivos, que necessitam de outras pessoas e do mesmo nível, a corrida você pode começar sozinho.

Escolhendo a sua própria intensidade, que você se sente bem ou o que o seu corpo aguenta e ir evoluindo aos poucos.

Além disso, você pode variar a intensidade de diferentes maneiras: rápido ou devagar, distâncias curtas ou longas, subidas ou no plano.

4. Ajuda a socializar e fazer novas amizades

Acabamos de falar que a corrida depende de você, mas para começar sabemos que é complicado.

Sempre aparece algo “inadiável” justo quando marcamos de correr. Por isso, combinar com um “amigo ponta firme” pode ajudar nesse início.

Aproveite e coloquem o papo em dia, terminem tomando um suco na lanchonete e aproveitem para combinar novas metas.

Quem sabe daí não surge um grupo de corrida da galera? Da sala, do curso, do time, da “rep.”. Garanto que novas amizades surgirão. Porque a corrida é ótima para sociabilizar.

5. Não custa nada

Correr não necessita de grandes investimentos. Comece na humildade: shorts, camiseta e um tênis confortável.

Lembre que quem corre é seu corpo, pernas, cabeça. Nenhum relógio, aplicativo, tênis super da moda vai te tirar do sofá.

Por isso, sinta a necessidade deles conforme progride nos treinos. No começo, deixe para ostentar as conquistas, os dias corridos, um estilo de vida saudável, e poupe dinheiro para pagar o JUCA, ir nas cervejadas…

6. Faz bem para a saúde 

Porque você estará praticando um esporte que pode te trazer inúmeros benefícios à saúde e bem estar.

Já estamos cansados de ouvir que atividade física faz bem e traz inúmeros benefícios à nossa saúde. Quanto a isso não podemos contestar.

Mas a minha dica nesse sentido é mais para a praticidade e o benefício que a corrida pode trazer em pouco tempo.

Imagina você, estressada no dia da prova ou da apresentação do trabalho. Agora experimente correr antes, por 30 minutos, intensidade leve. 

Isso porque a corrida tem potencial fisiológico que libera hormônios como a endorfina e que ajudam a tirar essa tensão pré prova.

Parece difícil e impensável correr nessa situação, mas lembre que essa barreira quem coloca é você. 30 minutos não é nada em relação à 24 horas.

 

 

Renata Medeiros

Coach de corrida/Personal Trainer

Formada em Educação Física e pós-graduada em treinamento de força: da saúde ao alto rendimento, ambos pela USP. Professora de corrida, personal trainer, fundadora e professora da GAIA Assessoria Esportiva.

 

 

Para começar a correr

Tênis de corrida não precisa ser caro
A corrida pode ajudar no seu desempenho acadêmico