Connect with us

Running

Dicas para não deixar de correr no inverno

O inverno chegou e nem por isso a corrida pode ficar de lado. Isso porque o frio não é justificativa válida para ter férias sedentárias. Mas mesmo assim tem dificuldades? Veja então alguns conselhos para correr nessa época do ano:

Dicas para correr no frio

Evite correr em horários secos

A primeira coisa que precisamos nos atentar é no horário que vamos escolher para treinar. No inverno tem a redução das chuvas e consequentemente a umidade do ar fica muito baixa, deixando os dias muito secos.

E isso não é nada legal para a prática de atividade física. O tempo seco interfere no nosso mecanismo de controle da temperatura corporal exercido pela transpiração.

Assim, podem provocar ressecamento da mucosa das vias áreas, facilitando as infecções virais e bacterianas, além de ser ruim para quem tem problemas respiratórios como asma, por exemplo.

O ideal é tentar adequar os treinos para antes das 9 horas ou depois das 17 horas, assim você vai evitar as massas de ar seco.

Hidratação

Falando de ar seco, não podemos esquecer da importância da hidratação. Nas temperaturas mais baixas, é normal que a sensação de sede diminua. Por isso, precisamos ficar atentos com a quantidade de água que consumimos.

Ande sempre com uma garrafinha de água e tenha o hábito de beber água ao longo do dia. Se a corrida for longa, faça paradas para beber água.

Não pule o aquecimento

Nessa situação, o tempo dedicado ao aquecimento deve ser maior. O ideal é pensar em um aquecimento progressivo, no qual começa com uma caminhada tranquila, passando para uma caminhada acelerada. Depois um “trotinho” e por último uma corrida moderada.

Sempre pense em aumentar a intensidade aos poucos. Assim ocorre o aumento da temperatura corporal e preparo gradativo dos músculos, tendões, ligamentos, articulações e ossos para a atividade principal. E dessa forma evitamos lesões.

Roupas para correr no frio

Cuidado para não começar a treinar com agasalhos muito grossos e pesados.  O ideal é usar roupas que permitam a troca de calor com o ambiente, como as camisetas térmicas ou segunda pele.

Elas são feitas de tecidos térmicos que permitem a transpiração e mantem o corpo quente. É possível encontrar no mercado opções mais baratas dessas camisetas a partir de R$40.

Se for treinar em locais abertos, é interessante colocar por cima das camisetas térmicas, jaquetas corta vento. Elas são feitas de um material leve, porém, muito eficazes na hora de proteger do vento. Além disso são leves e fáceis de serem amarradas na cintura, caso sinta calor.  

Outra dica é sempre ter uma toalha e uma troca de roupa na mochila. Assim que acabar o treino, use a toalha para se secar, troque pelo menos a camiseta e coloque um agasalho seco. E nada de ficar enrolando depois do treino com a galera, aproveita o embalo e corre para um banho quente.

 

Renata Medeiros

Coach de corrida/Personal Trainer

Formada em Educação Física e pós-graduada em treinamento de força: da saúde ao alto rendimento, ambos pela USP. Professora de corrida, personal trainer, fundadora e professora da GAIA Assessoria Esportiva.

 

 

 

Para começar a correr

Tênis de corrida não precisa ser caro
A corrida pode ajudar no seu desempenho acadêmico

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement

Facebook

More in Running